Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt e convidados sobre política, cultura e economia

06 dez

Casal Márcio-Meire, ele funcionário da Codego, ela assessora da governadoria, tinha gastos e propriedades incompatíveis com a sua renda e chamou a atenção da Polícia Federal

O casal de funcionários públicos Márcio Gomes Borges e Meire Cristina Rodrigues Borges, ele alto executivo da Codego e ela secretária da governadoria (sempre trabalhou com Sérgio Cardoso, cunhado de Marconi Perillo, de quem foi assessora na Secretaria de Articulação Política) mantinha um padrão de vida incompatível com os seus rendimentos – o que chamou a atenção dos investigadores da Polícia Federal e fundamentou o encaminhamento de parte das investigações da Operação Confraria, que prendeu os dois na manhã desta quinta-feira.

 

Carros de luxo, um deles avaliado em 600 mil, e apartamento de R$ 4 milhões de reais, além de gastos com cartões de crédito e viagens foram alvo do inquérito, que apreendeu esses bens de propriedade do casal (sequestrou, no caso do imóveis).