Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

16 maio

A menos de 130 dias das eleições, Zé Eliton segue governando Goiás e Daniel Vilela ajuda a atualizar a Constituição do Quênia. Enquanto isso, Ronaldo Caiado, o único que faz campanha, acelera

A menos de 130 dias para a data das próximas eleições, não são todos os 3 principais candidatos que estão em campanha.

 

Zé Eliton, por exemplo, segue governando Goiás, perdido em um agenda de encontros e audiências insignificantes, sem nenhuma repercussão sobre a formação do perfil que deveria estar ocupado em mostrar ao eleitorado. Não parece ser candidato a nada.

 

Daniel Vilela, pasmem, está em Brasília acompanhando uma comitiva de parlamentares do Quênia, que está atrás de subsídios para a reforma da sua própria Constituição. Também não tem pinta de candidato.

 

Assim fica fácil para Ronaldo Caiado. O senador do campo é o único dos postulantes ao governo que tem agenda de campanha. Recebe comitivas e mais comitivas de apoiadores, vai a encontros com a sociedade (como a reunião com os empresários da Adial) e faz incursões nos municípios para eventos populares. Esse, é candidato.