Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

02 ago

Pela segunda vez em menos de um mês, Zé Eliton ameaça renunciar à candidatura ao ouvir proposta de Marconi para deixar o PP ir para a coligação com o MDB e manter a oposição dividida entre Caiado e Daniel

Pela segunda vez, em menos de um mês, o governador Zé Eliton ameaçou renunciar à sua candidatura.

 

No dia 17 de julho, data em que o PROS abandonou a base governista e lançou o deputado Lincoln Tejota como vice de Ronaldo Caiado, houve a primeira cogitação. Naquela data, ainda sob o impacto do noticiário, Zé Eliton dormiu na chácara de Marconi Perillo, em Pirenópolis, e discutiu abertamente da hipótese de abandonar a candidatura, caso mais partidos e aliados pulassem do barco, e encarregar o presidente da Assembleia Zé Vitti da missão de representar o Tempo Novo nas próximas eleições.

 

Na manhã desta quinta-feira, Zé Eliton recebeu Marconi Perillo no Palácio das Esmeraldas. Marconi foi levar ao conhecimento dele a ameaça que ouviu do ex-governador e ex-prefeito Maguito Vilela, em recado transmitido pelo presidente da Agetop Jayme Rincon: se continuar a pressão para impedir o PP de se coligar com o MDB, Daniel Vilela retiraria a candidatura a governador e buscaria uma composição com Ronaldo Caiado para ocupar o lugar de Jorge Kajuru como postulante ao Senado, provavelmente, com esse movimento, definindo a eleição no 1º turno a favor da oposição. Para completar, o próprio Maguito se lançaria a deputado federal, pela coligação liderada pelo democrata, para fortalecer a sua campanha.

 

Zé Eliton não ouviu Marconi calado. Ele cortou a conversa com muita irritação, dizendo preferir perder a eleição no dia da votação a perder agora, se ficar sem o PP. Como Marconi tentou explicar as vantagens de se manter a oposição desunida, Zé Eliton aumentou o tom de voz e foi claríssimo ao prometer que, sem o PP, estaria  até disposto a renunciar à candidatura. E não baixou o tom de voz.

 

Claro, foi um diálogo inconclusivo.