Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

23 ago

Críticas de Zé Eliton e Marconi a Caiado, dizendo que ele não tem obras em Goiás e atacando o que a sua família teria feito há um século, apenas revelam a desorientação e falta de rumo da campanha tucana

O governador Zé Eliton e o ex Marconi Perillo estão intensificando seus ataques ao líder das pesquisas, senador Ronaldo Caiado, com dois argumentos:

 

Um, Caiado, depois de uma vida pública de mais de 30 anos exercendo mandatos parlamentares, não teria nenhuma obra em Goiás para mostrar, e…

 

…dois, a família Caiado, há mais de um século, teria exercido o poder com dureza, muito embora tanto Zé Eliton quanto Marconi não saibam apontar que atos foram praticados, concretamente, e cometam erros grosseiros sobre datas e momentos da história de Goiás na época da República Velha, ou seja, antes de 1930.

 

São mais insultos que propriamente críticas. E que depõem contra quem as faz, pelo baixo nível e pelo desconhecimento da realidade, tentando levar falsas informações ao eleitor, na esperança de convencê-lo a deixar de votar em Caiado: em cada 10 goianos inscritos na Justiça Eleitoral, hoje 6 votam no senador e conferem a ele a vitória no 1º turno.

 

Sobre a família Caiado, é um erro grave, em campanha eleitoral e ainda mais em Goiás, que tem um eleitorado conservador, fazer esse tipo de agressão. Sobre Caiado não ter obras, desde que iniciou a sua vida pública, é algo que se assemelha a uma piada. O senador nunca teve cargos executivos, mas, mesmo assim, como parlamentar, sempre encaminhou emendas orçamentárias a prefeituras e entidades goianas, como consequência do direito automático que tem a esse tipo de iniciativa como membro do Congresso Nacional. Um levantamento preliminar, apresentado pelo candidato democrata, mostra que ele já destinou mais de R$ 100 milhões em projetos beneficiando Goiás. Aliás, Zé Eliton também não tem obras – quem as tem é Marconi.

 

Zé Eliton e Marconi, na verdade, não sabem como se contrapor a Caiado.