Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

Aprovação elevada abre caminho para Caiado quebrar o tabu em Goiânia

23 de julho de 2024

O governador Ronaldo Caiado segue como o mais aprovado da história em Goiás. Na última pesquisa Serpes, passou dos 72% na soma dos quesitos bom e ótimo. Esse é o cacife que credencia Caiado para influenciar a eleição em Goiânia e se tornar o primeiro governador a quebrar o tabu da hostilidade do eleitorado da capital com os inquilinos do Palácio das Esmeraldas. Um sinal inequívoco está na pontuação de Sandro Mabel no levantamento do Serpes, com 14,8%, muito próximo dos líderes Vanderlan Cardoso (20%) e Adriana Accorsi (19%). Cientistas políticos acreditam que Caiado pode, sim, eleger Mabel.

6 de agosto de 2022

Chapas majoritárias do PL, Patriota e PT são mambembes, não estadualizadas e de baixa representatividade política e social: não há como negar que a vantagem de Caiado é muito grande

Têm um quê de autodestruição as chapas lançadas pelo PL, Patriota e PT para disputar o governo de Goiás e a vaga disponível no Senado. Mal estruturadas do ponto de vista político e social, nem um pouco orgânicas, com nomes desconhecidos das eleitoras e dos eleitores e sem credibilidade para prometer uma gestão à altura […]

4 de agosto de 2022

Deu tudo certo para Caiado: maior coleção de partidos, 90% dos prefeitos, apoio maciço dos deputados federais e estaduais, pesquisas favoráveis e, cereja do bolo, uma oposição fragilizada

Entre doses de competência para articular politicamente e a realização de uma primeira gestão de qualidade, o governador Ronaldo Caiado acabou se saindo bem com a definição final do cenário no qual se darão as eleições para o Palácio das Esmeraldas: juntou uma coleção de partidos de peso, atraiu um exército de 90% dos prefeitos […]

2 de agosto de 2022

Candidaturas oposicionistas são as piores da história estadual, não têm propostas, não têm agenda, são desestruturadas e mostram uma infantilidade política nunca vista antes em Goiás

Assisti a um vídeo, no Youtube, da convenção do PL, no último dia 29, que referendou as candidaturas do deputado federal Major Vitor Hugo a governador e do milionário Wilder Morais a senador. É de estarrecer. Nem mesmo a participação pessoal do presidente da República foi capaz de dar algum brilho para o evento, que […]

2 de agosto de 2022

Candidato a deputado federal, única solução para a sua sobrevivência, Marconi diminuiu de tamanho. E mais ainda com a invenção de justificativas inverossímeis, como a “carta” do PSDB nacional

Seis meses atras, escrevi neste blog que o ex-governador Marconi Perillo, se aprendeu alguma coisa com a sua longa carreira política e não esqueceu, seria no final das contas candidato a deputado federal, solução de certa forma medíocre para o seu futuro imediato, porém única possibilidade com algum grau de certeza para a sua sobrevivência […]

31 de julho de 2022

Com Marconi no lugar onde está desde a derrota de 2018, ou seja, fora do jogo, oposição a Caiado fica reduzida a Vitor Hugo e Mendanha – e isso só beneficia a reeleição do governador

Com o ex-governador Marconi Perillo se definindo pela disputa de um mandato na Câmara Federal, único caminho seguro para a sua sobrevivência política, no momento, a oposição que restará ao governador Ronaldo Caiado está reduzida ao deputado federal Major Vitor Hugo e ao ex-prefeito Gustavo Mendanha. Há também, de certa forma, ao PT, que, no […]

29 de julho de 2022

“Deserto de idéias” denunciado por Marcos Carreiro na coluna Giro, em O Popular, é equívoco, já que Caiado, Mendanha e Vitor Hugo, os principais postulantes, representam propostas claras para Goiás

Em uma abordagem que vai muito além, em matéria de conteúdo, da rotina vazia do dia a dia da coluna Giro, em O Popular, quando assinada por Caio Salgado, o jornalista Marcos Carreiro diz que a campanha eleitoral em Goiás, por enquanto, seria um “deserto de ideias”. Em se tratando de projetos específicos, que os […]

29 de julho de 2022

Braga, o marqueteiro que é maior que o candidato, humilha Mendanha ao impor a sua inimizade com Marconi para atrapalhar a chapa do aparecidense e deixá-lo isolado sem tempo de TV e sem vice

Já escrevi neste blog que considero o ex-prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha um pobre coitado. Algumas leitoras e alguns leitores estranharam a expressão, considerando-a um pouco pesada demais. Mas, infelizmente, é a verdade. Mendanha não tem noção do que é a política em suas manifestações quanto a qualquer dimensão coletiva, padece de vaidade extremada (repetia, […]

28 de julho de 2022

Acostumados a dar vexames, empresários de Goiás, através de suas entidades representativas, preparam-se para protagonizar mais um: vão virar as costas para a defesa da democracia

Não existe um segmento social mais atrasado e mais sem compromisso com o coletivo em Goiás do que o empresariado estadual. Historicamente, está provado que só cuidam dos seus interesses imediatos – dentre os quais não pagar impostos está acima de tudo – e pouco se lixam para a sua participação, que deveria ser obrigatória, […]

26 de julho de 2022

Mendanha e Vitor Hugo são candidatos apoiados em estruturas políticas frágeis, sem densidade e inaptas para gerar uma agenda consistente para a campanha de cada um

O ex-prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha e o deputado federal Major Vitor Hugo são candidatos a governador que se escoram em estruturas políticas frágeis e inaptas para dar sustentação a uma agenda verdadeiramente pactuada com o futuro de Goiás. Atenção, leitoras e leitores: não falo aqui de agenda no sentido de um roteiro de eventos […]

26 de julho de 2022

Eleição para o Senado é coisa séria e depende de perfil apropriado, por isso Luiz do Carmo desistiu. Wilder, João Campos, Zacharias e Marconi (este também para o governo) deveriam fazer o mesmo

Eleição para o Senado da República é coisa séria e depende de perfil apropriado quanto aos pretendentes, o chamado “perfil majoritário”, que soma as características de universalidade e representatividade de cada nome. É fácil entender: vejam, leitoras e leitores, a candidatura de João Campos, que só dialoga com segmentos evangélicos, setor da sociedade em que […]

18 de julho de 2022

Horário gratuito no rádio e TV é o principal instrumento de massificação de candidaturas: oposicionistas não terão tempo suficiente para fazer um marketing razoável

Os resultados da segunda pesquisa Serpes, divulgada no último fim de semana, confirmaram as tendências reveladas até aqui pelo processo pré-eleitoral em Goiás e expuseram, para os candidatos de oposição, um quadro de dificuldades que se agravará a partir do início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão – a principal ferramenta de […]

16 de julho de 2022

Saiu a pesquisa Serpes e nesta, leitora e leitor, você pode acreditar, porém na interpretação que O Popular deu, não, porque houve desonestidade editorial

Depois de praticamente seis meses, saiu a segunda pesquisa Serpes sobre a sucessão em Goiás, a única em que se pode acreditar plenamente, dada a credibilidade do instituto, a correção da sua metodologia e percentual de 100% de acertos em eleições passadas. Não houve surpresas: o governador Ronaldo Caiado lidera com uma folga que corresponde […]

2 de julho de 2022

Esperança dos candidatos oposicionistas, horário eleitoral no rádio e TV tem o impacto diminuído pelo clima da campanha permanente das redes sociais e pela queda de audiência dos canais abertos

Candidatos oposicionistas ao governo de Goiás como Major Vitor Hugo (PL), Wolmir Amado (PT) e Gustavo Mendanha Patriota) só têm um cartucho para enfrentar a reeleição do governador Ronaldo Caiado: o horário gratuito do rádio e televisão, único mecanismo de massa a que eles terão acesso para tentar tornar os seus nomes conhecidos, levar alguma […]

27 de junho de 2022

Mendanha senta-se sobre o próprio rabo ao ensaiar crítica a Caiado: em Aparecida, ele não cumpriu nenhuma promessa de campanha, não erigiu qualquer obra e não implantou programas sociais permanentes

Um candidato a governador, em princípio, deve ser avaliado pelo seu currículo, ainda mais quando exerceu por dois mandatos a administração de um município que é o segundo maior do Estado quanto a população – caso de Gustavo Mendanha. Não que esse seja um critério incontornável em uma eleição majoritária, como exemplifica Marconi Perillo vitorioso […]

27 de junho de 2022

O que absolve políticos condenados pelas urnas e por escândalos é tempo e vitória – sem nenhum dos dois, Marconi, se disputar eleição majoritária agora, correrá o risco de desaparecer para sempre

Políticos que naufragam nas urnas, em especial sob o impacto de escândalos de corrupção, ainda assim podem muito bem voltar ao jogo, mas dependendo de dois fatores cruciais: tempo e vitória. Ou seja, precisam da passagem dos anos para contar com a diluição dos seus desgastes e, para fechar a equação, necessitam vencer novas eleições. […]