Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

04 set

Pílula da campanha de Zé Eliton na TV acerta o alvo errado ao acusar eleitores de Caiado e Daniel de falta de solidariedade com quem precisa de ajuda

Uma pílula que está sendo veiculada na televisão pela campanha de Zé Eliton mostra uma família (marido, mulher e dois filhos) em uma estrada de terra esperando por uma carona(vídeo acima).

 

Primeiro, vem uma vistosa camionete cabine dupla, que ignora os quatro e levanta poeira sobre eles. No vidro traseiro, é nítido o adesivo de campanha de Ronaldo Caiado. Depois, surge um escandaloso Camaro amarelo, que também nega a carona. Mais poeira. Dessa vez, o adesivo é de Daniel Vilela. Por fim, aparece um velho Corcel, que piedosamente recolhe a família e arranca, sem levantar um grão de poeira, exibindo o adesivo de Zé Eliton.

 

É óbvio que a intenção dos marqueteiros tucanos foi sugerir que Zé é mais humano e solidário, mais humilde que Caiado e Daniel. Que Zé dá a quem precisa o apoio que seus concorrentes negam. O problema é que atiraram no alvo errado. Não é Caiado ou Daniel que estão na camionete e no Camaro. São seus eleitores. Eles é que são cruéis ao deixar a família necessitada de ajuda para trás.

 

A mensagem é clara: Zé quer ganhar a eleição dispensando os goianos (mais de 50% dos eleitores) que hoje votam nos seus dois principais adversários.