Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

06 set

Pesquisa Serpes/O Popular do próximo domingo, 9: uma dose mesmo que pequena de fôlego para sobreviver até o dia da eleição ou a pá de cal definitiva sobre a candidatura de Zé Eliton

Uma nuvem negra paira sobre a base governista, que está em desespero com o fraco desempenho do governador Zé Eliton nas pesquisas, estagnado e inamovível na faixa de 10% das intenções de voto a 30 dias da data da eleição.

 

É a próxima rodada da pesquisa Serpes, que está confirmada para publicação em O Popular, no próximo domingo, 9.

 

Digamos assim: caso Zé Eliton apareça no levantamento do mesmo jeito de sempre, a sua candidatura estará inviabilizada e caracterizada como o maior erro jamais cometido pelo Tempo Novo em seus 20 anos de existência. Mas, na hipótese de alguns pontos a mais, ou mesmo poucos, a pesquisa corresponderá a uma dose extra de fôlego para pelo menos garantir a sobrevivência do doente em estado grave até o dia da cirurgia, ou seja, da eleição.