Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

09 set

Com a pesquisa Serpes/O Popular mostrando Caiado subindo e Zé Eliton estagnado, a pergunta é: cadê os resultados do trabalho dos mais de 200 prefeitos que estariam apoiando a campanha tucana?

Desde sempre que o governador Zé Eliton apregoa como vantagem especial o fato da sua candidatura ser apoiada por mais de 200 prefeitos, número, aliás, que nunca foi checado e ninguém sabe se corresponde à realidade ou não.

 

A julgar pelo desempenho bisonho do tucano nas pesquisas, esses 200 prefeitos ou não existem ou, se existem, não estão trabalhando para a eleição do Zé. Neste domingo, o instituto Serpes mostra, em O Popular, o crescimento de Ronaldo Caiado e traz o governador tucano, como sempre, atolado nos 10% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Daniel Vilela – que não conta com uma fração do poderio dos recursos à disposição de quem representa a base comandada pelo PSDB.

 

Tudo indica que esse exército formado por mais de duas centenas de prefeitos não passa de mais uma ficção da campanha de Zé Eliton.