Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

21 jun

Só faltava essa para complicar de vez a candidatura de Zé Eliton: antes da eleição, pode haver racionamento de água em Goiânia e Aparecida. Saneago já está elaborando plano de emergência

A temporada de estiagem iniciada há dois meses pode levar ao racionamento de água em Goiânia e Aparecida, antes das eleições, marcadas para o início de outubro.

 

As consequências serão danosas para a candidatura do governador Zé Eliton. A redução dos níveis dos reservatórios tem a ver com os ciclos da natureza, mas na avaliação popular tradicionalmente acaba creditada à má gestão dos governos – e às vezes é isso mesmo que acontece. Torneiras secas são irritantes.

 

A Saneago já está preparando um plano de emergência para enfrentar a inevitável redução da captação de água no rio Meia Ponte, responsável pelo abastecimento de grande parte de Goiânia e Aparecida. No ano passado já ocorreram problemas de escassez, que afetaram mais de 180 bairros nas duas cidades.

 

A situação é crítica. Segundo o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Meia Ponte, Fábio Camargo, “a possibilidade de falta de água é clara. Na verdade, já estamos esperando por ela”.