Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

20 jul

Incêndio na base(6): Zé Eliton dormiu na chácara de Marconi em Pirenópolis para discutir a sua desistência e o lançamento de Zé Vitti como candidato da base governista

A defecção do PROS e a indicação de Lincoln Tejota para a vice de Ronaldo Caiado provocou um terremoto na base governista e expôs a fragilidade da candidatura do governador Zé Eliton, abrindo a porteira para a fuga de outros partidos, como o PP, o PSD e o PRB, que estão discutindo abertamente outras alternativas à candidatura do governador Zé Eliton.

 

Na quinta-feira, Zé Eliton foi para Pirenópolis e mergulhou em uma longa conversa com Marconi. Tão longa que entrou noite adentro e ele acabou dormindo na chácara do ex-governador.

 

Além do forte impacto da última pesquisa Grupom/Diário da Manhã, que mais uma vez mostrou estagnação nos índices de intenções de votos de Zé Eliton mesmo depois de 100 dias como governador titular, as dificuldades de articulação política para a afirmação da candidatura do atual governador acabaram abalando o seu ânimo e ele resolveu colocar a hipótese da sua renúncia, propondo-se a encerrar o seu mandato-tampão de cabeça erguida e não ser responsabilizado como coveiro do Tempo Novo.