Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

04 set

Logo após o Jornal Anhanguera noticiar a denúncia contra Marconi por crime de corrupção ativa, aceita pela Justiça, ele aparece em pílula eleitoral… defendendo a Lei da Ficha Limpa

O ex-governador Marconi Perillo foi vítima de uma coincidência infeliz na noite desta segunda-feira, durante a programação da TV  Anhanguera – emissora de maior audiência em Goiás.

 

É que, logo após o Jornal Anhanguera 2º Edição mostrar em uma extensa reportagem que uma denúncia de corrupção passiva contra Marconi foi aceita pelo Judiciário, o que o transformou em réu, uma pílula eleitoral foi veiculada com Marconi se arvorando em grande defensor e apoiador da Lei da Ficha Limpa – sim, aquela que exclui das eleições políticos condenados em processos criminais, desde que a sentença tenha sido proferida em 2º instância e por um colegiado de juízes (mais de três).

 

O tucano-chefe de Goiás ainda está longe de chegar a essa situação – e pode nem chegar, se os seus advogados provarem que é inocente. Mas a pouca distância entre as duas aparições na telinha, uma como candidato a vítima da Lei da Ficha Limpa, e outra como candidato ao Senado, exatamente por ter apoiado essa lei, deixou os espectadores perplexos.