Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

28 set

Dinheiro da Odebrecht repassado a Jayme Rincón era para gastos com a campanha de 2014, mas ele desviou parte para comprar um carro de luxo e pagar uma cirurgia para o filho

O jornal O Popular revela que parte do dinheiro que a Odebrecht encaminhou a Jayme Rincón, como representante do ex-governador Marconi Perillo, foi utilizada na aquisição de um veículo de luxo no valor de R$ 170 mil reais e destinado ao filho de Rincón, Rodrigo.

 

Outros R$ 24 mil, segundo o jornal, foram usados para pagar uma cirurgia para o mesmo Rodrigo. As revelações estão no inquérito da Polícia Federal que reúne as investigações da Operação Cash Delivery, que apura o pagamento de propinas a Marconi.

 

Ou seja: o dinheiro era destinado para a campanha dos tucanos em Goiás (os repasses ocorreram em suja maioria em 2014), mas uma parcela foi desviada por Rincón para gastos, digamos assim, pessoais.