Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

10 dez

Alinhamento de Iso Moreira, o segundo decano da Assembleia e também caiadista de primeira hora, ao grupo que quer “zerar” a Casa, coloca a antes tranquila eleição de Álvaro Guimarães em risco total

O deputado Álvaro Guimarães, aposta até há poucos dias segura para a vaga de próximo presidente da Assembleia Legislativa, pode colocar as barbas de molho.

 

Seu colega Iso Moreira(foto), também do DEM, como ele, também decano da nova Assembleia, também caiadista de primeira hora, resolveu engrossar o nascente movimento entre os 41 parlamentares estaduais que propõe “zerar”o Poder a partir da próxima Legislatura, com a eliminação dos espaços hoje ocupados pelo grupo do ex-governador Marconi Perillo e aliados que ocuparam a presidência da Casa.

 

Álvaro Guimarães escorregou ao deixar vazar um acordo com as bancadas do PSDB, PTB e MDB para a indicação de nomes de futuros ex-deputados para diretorias da Assembleia. O PTB indicou Marlúcio Pereira. O MDB sugeriu Waguinho Siqueira. Mas o PSDB complicou a manobra ao encaminhar os nomes de Francisco Oliveira e Eliane Pinheiro, marconistas roxos que perderam a eleição, mas são considerados símbolos extremados do Tempo Novo que morreu.

 

Deputados como Major Araújo, Amauri Ribeiro, Pastor Jeferson. Dr. Antônio e Chico KGL reagiram. Mas foi o apoio que receberam de Iso Moreira que engrossou o movimento, correspondendo a passar o seguinte recado: “Ganhamos a eleição para governador. Fizsemos maioria na Assembleia. E mesmo assim vamos deixar que o Poder continue servindo ao ex-governador Marconi Perillo e seus aliados?”.

 

Complicou para Álvaro Guimarães. Seu principal eleitor, o governador eleito Ronaldo Caiado, não se manifestou, mas ninguém tem dúvidas sobre a sua opinião. Entre Álvaro e Iso, Caiado com certeza fica com os dois em pé de igualdade. Mas entre uma Assembleia infiltrada pelo grupo de Marconi e uma outra “zerada”, é claro que ele vai tomar posição.