Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

19 dez

Única indicação do discurso de Caiado para o que vai fazer depois que assumir é a afirmação de que “medidas austeras” serão tomadas para debelar a crise fiscal do Estado

A única indicação do discurso do governador eleito Ronaldo Caiado na solenidade de diplomação dos eleitos, promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral, sobre o que pretende fazer a partir de quando assumir a gestão, em 1º de janeiro próximo, foi a afirmação de que vai adotar “medidas austeras” para resolver a crise fiscal do Estado – segundo ele, a mais grave da história de Goiás.