Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

11 set

Como é que um governador pode ganhar mais 4 anos de mandato quando tem só 18,1% de aprovação e é considerado regular, ruim e péssimo por 66,7% dos goianos, conforme mostra a pesquisa Serpes?

A parte final da última rodada da pesquisa Serpes foi publicada nesta terça-feira pelo jornal O Popular. E as novas revelações são arrasadoras para o governador Zé Eliton.

 

O levantamento mostra que apenas 18,1% dos goianos aprovam o governo (soma de 2,2% de ótimo e 16% de bom). Já 66,7% consideram a gestão como regular (37%), ruim (13,6%) e péssimo (16,1%). O que torna a situação desastrosa para Zé Eliton é que esses índices vêm evoluindo negativamente desde que ele assumiu, há cinco meses. O número de indecisos também diminuiu para a metade, aumentando a adesão à ideia de que o governo não vai bem. Como governador, Zé não convenceu.

 

A questão que se coloca é simples: como é que um governador tão mal avaliado pode pedir à população mais quatro anos para continuar com uma administração com um índice de aprovação baixíssimo e de reprovação altíssimo?

 

Não tem jeito.