Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

16 set

Zé Eliton cresce 15 pontos em 4 ou 5 dias e sai de 10,9% na pesquisa Serpes e de 10,2% na Diagnóstico para 26,2% na Directa. Se fosse verdade, Zé seria o maior fenômeno eleitoral da história de Goiás e do país

Realizada poucos dias depois que o Serpes e o Diagnóstico foram a campo e apuraram 10,29% de intenções de voto para Zé Eliton, o primeiro, e 10,2%, o segundo, a pesquisa do instituto Directa mostrou um salto de mais de 15 pontos do candidato governista e o apresentou com 26,2% das intenções de votos.

 

Repentinamente, em menos de uma semana, Zé se revelou como o maior fenômeno eleitoral da história de Goiás, quiçá do Brasil ou do planeta. Nunca, em tempo algum, um candidato subiu tanto em tão pouco espaço de tempo. Seria fantástico, seria maravilhoso para a base governista se… a pesquisa correspondesse à realidade.

 

Nem Marconi Perillo nem Iris Rezende tiveram, em suas eleições, um desempenho espetacular como esse. É um caso digno de atrair para Goiás as atenções de todo o país. Significa que em 4 ou 5 dias Zé conquistou mais de 600 mil votos, graças à sua extraordinária liderança e capacidade de convencimento. Um assombro. Um caso a ser estudado pelos especialistas e interessados em eleições de todo o mundo.

 

Com alguma dose de constrangimento, os tucanos – Marconi e o próprio Zé incluídos – “comemoraram” a pesquisa como sinal de que a “virada” já começou, ou como disse o Zé, “já aconteceu”. É o autoengano em toda a sua plenitude.