Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

24 set

Pesquisa do Diagnóstico, na próxima quinta, 27, no Diário da Manhã, será a mais importante da atual fase da campanha ao trazer um veredito sobre a tal “virada” de Zé Eliton e a queda de Marconi e Lúcia

Na próxima quinta-feira, 27, o Diário da Manhã publicará mais uma rodada da pesquisa do instituto Diagnóstico sobre as eleições deste ano.

 

Na atual fase da campanha, que já ingressa na sua reta final, a pouco mais de 10 dias da data do pleito, será uma das pesquisas mais importantes – ao trazer um veredito sobre a tal “virada histórica” anunciada pela campanha de Zé Eliton, sobre o empate de Marconi Perillo na disputa pelo Senado com Jorge Kajuru e Vanderlan Cardoso, sobre a queda de Lúcia Vânia e também porque vai servir de comparação com o levantamento do Ibope, publicado pela TV Anhanguera na última sexta-feira, apontando uma disparada de Ronaldo Caiado, com 47% das intenções de votos.

 

O Diagnóstico é um instituto que desfruta de credibilidade alta. Seu proprietário é o especialista Tiller Belotti, que já trabalhou para todos os institutos de pesquisa do Estado e possui notável conhecimento do ramo. Nesta eleição, seus levantamentos se alinharam com os do Serpes, por exemplo, e com os do Grupom, dois institutos também de credibilidade alta, o que evidencia a seriedade dos resultados que apura. O trabalho de campo já está em andamento.