Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

26 set

Próximas pesquisas trarão uma notícia dramática para a base governista: chances de eleição de Lúcia Vânia, ultrapassada por Kajuru e Vanderlan, são reduzidíssimas

As próximas pesquisas de credibilidade – Diagnóstico, no Diário da Manhã, Serpes, em O Popular, e Grupom, também no Diário da Manhã, com publicação prevista desta quinta, 27, até a próxima terça, 2 –  deverão trazer más notícias para a base governista: a reeleição de Lúcia Vânia ao Senado está comprometida.

 

A ascensão irresistível de Jorge Kajuru e Vanderlan Cardoso, que entraram em tendência de alta na reta final para o pleito, ultrapassando Lúcia e chegando ao empate técnico com Marconi Perillo, no 1º lugar, pela diferença de apenas um pontinho, segundo a última pesquisa Ibope/TV Anhanguera, derrubaram a senadora, que caiu para a 4ª posição e aparenta enfrentar dificuldades intransponíveis para chegar à vitória em sete de outubro. O novo cenário para a disputa pelas duas vagas senatoriais complicou também a vida do ex-governador Marconi Perillo, agora ameaçado de derrota.

 

Ao que tudo indica, Lúcia Vânia também é vítima do cansaço que o Tempo Novo provocou no eleitorado. E ela está há 16 anos no Senado, o que bate de frente com o clima de renovação que tomou conta do processo eleitoral em Goiás.