Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

26 set

Urgente: associação das universidades e faculdades denuncia atraso de R$ 60 milhões na Bolsa Universitária, prejudicando 20 mil estudantes e inviabilizando o programa para o ano que vem

O SEMESG – Sindicato das Entidades Mantenedoras do Ensino Superior do Estado de Goiás divulgou há pouco nota oficial denunciando falta de repasse dos recursos referentes à Bolsa Universitária, que alcançam seis meses de atraso (fevereiro, março, abril, julho, agosto e setembro), totalizam mais de R$ 60 milhões em aberto e prejudicam, no momento, 20 mil estudantes universitários.

 

Segundo o SEMESG, a falta de pagamento da Bolsa Universitária coloca universidades e faculdades em dificuldades financeiras e inviabiliza a continuidade do programa no ano que vem.

 

A notícia sobre os atrasos na Bolsa Universitária, uma das realizações mais citadas nos programas de televisão de Zé Eliton e Marconi Perillo, já vinha circulando, no contexto de uma situação caótica que estaria acometendo as finanças do Estado – hoje postergando todos os pagamentos possíveis a fim de concentrar recursos na manutenção em dia da folha de pessoal, pelo menos até a data da eleição.