Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

05 out

Pesquisa Real Time/TV Record foi o canto de réquiem para a candidatura de Zé Eliton, que já entregou os pontos, desativou a campanha e só aguarda resignado o resultado das urnas

A pesquisa do instituto Real Time Big Data, divulgada na noite desta quinta pela TV Record, acabou com toda e qualquer esperança que ainda alimentava a candidatura do governador Zé Eliton.

 

Há informações seguras de que Zé quedou-se em resignada aceitação ao tomar conhecimento da ascensão de Ronaldo Caiado a 48% das intenções de votos, enquanto ele continuava onde sempre esteve – na faixa dos 14%, tendo como consolo o detalhe de estar à frente de Daniel Vilela, que fechou em 11%.

 

A campanha tucana, que já vinha morrendo aos poucos, amanheceu paralisada nesta sexta e se resume ao esforço em torno da candidatura de Marconi Perillo, que, reconheça-se, luta como um leão ferido para tentar um resultado positivo nas urnas do próximo domingo – depois de profundamente machucado pela Operação Cash Delivery.

 

O gigantesco comitê do Zé, na avenida T-63, está deserto. Uma irmã cuida dos acertos finais para o seu fechamento. A “onda azul” minguou. A “virada” foi esquecida. O candidato ainda vestirá a máscara sorridente que usou durante toda a campanha, mas apenas para cumprir uma agenda mínima, em respeito ao trabalho da militância.