Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

05 out

Tentando ganhar fôlego, Marconi conseguiu postergar as pesquisas para o Senado, em que aparece em 4º lugar, mas da divulgação do Ibope, na noite desta sexta, na TV Anhanguera, não escapará

O ex-governador Marconi Perillo trabalhou duro para postergar a parte relativa ao Senado nas duas pesquisas que foram feitas após a Operação Cash Delivery, em que ele é o principal implicado – o Ministério Público Federal o acusa de ser o líder de uma organização criminosa especializada em arrecadar propinas.

 

Conseguiu parcialmente no caso da pesquisa do instituto Grupom, que acabou sendo obrigado a postar os números para o Senado em seu site, onde, é claro, teve menor leitura (este blog também publicou). Já no caso da Real Data/TV Record, Marconi ganhou um adiamento de 24 horas, tempo que ele está tentando aproveitar para ganhar fôlego antes que se espalhe a notícia da sua queda para o 4º lugar.

 

Mas da noite desta sexta o ex-governador tucano não passará. Está programada para o Jornal Anhanguera 2ª Edição, logo mais, a divulgação da última pesquisa do Ibope – nem a TV nem o Ibope fazem o tipo de concessão que Marconi obteve nos dois episódios anteriores. E, já que o Ibope vai mostrar como está a corrida pelas duas vagas ao Senado, a TV Record será obrigada a também revelar a parte final da pesquisa do Real Data.

 

Vai ser uma noite ruim para Marconi.