Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

05 out

TV Record diminui o seu tamanho e a sua credibilidade ao não divulgar a parte da pesquisa Real Data sobre o Senado, que anunciou para esta sexta-feira, e com isso beneficiar Marconi

A TV Record não divulgou no seu noticiário noturno desta sexta-feira a parte da pesquisa do instituto Real Data Big Time, ligado à Rede Record, que apurou as intenções de voto para o Senado, em Goiás, e foi anunciada  pela própria emissora .

 

A manobra beneficia o ex-governador e candidato ao Senado Marconi Perillo, que caiu para o 4º lugar na única pesquisa pós-Operação Cash Delivery publicada até agora, a do instituto Grupom, que também teve a sua divulgação prejudicada e obrigou o Grupom a colocá-la de público em seu site.

 

Sem que se conheçam os números para o Senado do Real Data, Marconi ganha algum fôlego para tentar uma reação, com a sua campanha divulgando números de pesquisas anteriores que ele liderava, por pouco, mas ainda em 1º lugar, empatado tecnicamente com Jorge Kajuru e Vanderlan Cardoso.

 

A decisão de engolir a pesquisa do seu próprio instituto e anunciada por ela própria diminui o tamanho da TV Record e abala a sua credibilidade em Goiás. Pior: comprova que Marconi se saiu muito mal e pode estar pior do que apareceu no Grupom, daí a necessidade de esconder a pesquisa.