Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

07 out

Derrota do Tempo Novo livra Goiás da repetição dos mesmos de sempre, ou seja, dos joões furtados, jaymes rincons, raquéis teixeiras e leonardos vilelas que se revezam nos cargos de governo há 20 anos

Até mesmo quem vota em Zé Eliton, poucos, e em Marconi Perillo, alguns a mais, admitem que houve um exagero muito grande na repetição dos mesmos nomes ocupando, em sistema de rodízio, os cargos mais importantes do governo do Estado nos últimos 20 anos.

 

Marconi criou um rebanho de vacas sagradas, intocáveis, que se perpetuaram no poder, bloqueando qualquer tentativa de reoxigenação dos canais administrativos do Estado. Isso foi ruim para Goiás. E Zé Eliton assumiu como governador-tampão sem se arriscar a mexer com essa turma, mantendo tudo e todos como dantes no seu quadro de auxiliares.

 

O preço está sendo pago nas urnas deste domingo. Os goianos cansaram-se dos joões furtados, jaymes rincons, raquéis teixeiras, leonardos vilelas e outros mais que deram a impressão de que não haveria mais quadros operacionais disponíveis em Goiás. E Zé Eliton e Marconi, até o fim da noite, conhecerão uma derrota como nunca imaginaram que enfrentariam.