Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

05 dez

Vilmar Rocha reaparece: “Eu sabia que Zé Eliton não seria eleito. E, se fosse eleito, não daria conta do recado. Falta a ele uma série de atributos e qualificações para liderar o Estado”

Em uma entrevista em vídeo ao jornal O Hoje, de 22 minutos, falando aos jornalistas Rubens Salomão e Lucas de Godoy , o ex-deputado federal e presidente estadual do PSD Vilmar Rocha reafirmou todas as críticas que fez ao governador Zé Eliton, antes da eleição e garantiu: “”Eu sabia que ele não seria eleito. E, se fosse eleito, não daria conta do recado. Falta a ele uma série de atributos e qualificações para liderar o Estado”, disse.

 

Mais de ano antes da eleição, Vilmar Rocha já dizia aos quatro ventos que o Tempo Novo estava esgotado e que Zé seria o pior candidato que poderia ser lançado para tentar dar continuidade ao projeto político do grupo liderado por Marconi Perillo. Agora, ele sugere que os tucanos façam autocrítica e procurem se reaproximar da população. “Quando eu dizia que o Zé Eliton não tinha perfil para governar Goiás, eles retrucavam45 que eu estava atendendo a interesses pessoais. Negativo. Era uma visão racional e eu estava certo. Hoje todos reconhecem isso”.

 

Vilmar Rocha afirmou ainda que “Zé Eliton é passado, é página virada. Nós temos de torcer para que as coisas dêem certo, tanto em Goiás como em termos nacionais. Acho que Ronaldo Caiado tem chances de acertar, desde que se lembre de que ninguém governa sozinho. É fundamental montar uma boa equipe, escolher com cuidado, porque vai depender da competência e do compromisso desse grupo com o Estado para que o governo corra bem. No que eu puder, eu vou contribuir, eu vou ajudar, recuperei o meu diálogo com ele durante a campanha, vou ajudar, mas sem participar do governo”.