Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

11 dez

Legião estrangeira de Caiado terá na Secretaria da Fazenda a economista carioca Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt, hoje conselheira do CADE, indicada pelo ministro da Fazenda Paulo Guedes

A jornalista Fabiana Pulcineli revelou há pouco, em O Popular que a economista carioca Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt(foto) será secretária da Fazenda do governo Ronaldo Caiado. Atualmente, ela integra o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e professora da Fundação Getúlio Vargas (FGV), integrando o grupo de economista que gira na órbita do novo ministro da Fazenda, Paulo Guedes – que assumirá com o governo Jair Bolosonaro.

 

Com essa decisão, que afasta as especulações em torno da volta do empresário e marqueteiro Jorcelino Braga para a Sefaz (mas ainda não descarta a sua agregação ao secretariado, em outro posto), Caiado confirma a supremacia absoluta de nomes de fora na sua equipe de auxiliares.

 

Veja um resumo do currículo de Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt:

 

Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt tem mestrado e doutorado em ciências econômicas pela Escola de Pós Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (EPGE/FGV/RJ). É professora de micro e macro para vários MBAs da FGV/RJ e de managerial economics para o MBA de Manchester Business School. É parecerista da Revista de Direito Administrativo (RDA), editada pela FGV Direito Rio, organizadora e uma das autoras do compêndio de quatro livros intitulado Questões Anpec e consultora para empresas nacionais e organismos internacionais, como o Banco Mundial, através da Davanti Consultoria e Treinamento Econômico. No Brasil, foi secretária-adjunta da Seae/MF, gerente-geral de assuntos coorporativos da Embratel, representante da área internacional do Ibre/FGV e diretora do departamento econômico do Family Office do Grupo Libra. Já no exterior, trabalhou como gerente estratégica da Cementos Progreso e diretora executiva da ONG Pacunam, ambos na Guatemala, foi diretora do departamento econômico da Compañia de Comércio e Exportaciõn, em Porto Rico e diretora adjunta da Autoridade de desenvolvimento Local, também em Porto Rico. Além disso, lecionou na América Central em escolas de prestígio regional, como a Universidad Francisco Marroquín.