Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

19 dez

Fátima Gavioli, nascida no Paraná, mas com carreira na Educação de Rondônia, tem orgulho de ter começado a trabalhar como doméstica e é obcecada pela implantação da escola de tempo integral

A professora Fátima Gavioli(foto), que o governador eleito Ronaldo Caiado anunciou nesta quarta-feira como sua secretária da Educação, fez carreira profissional na Educação de Rondônia, onde chegou – entre 2014 e 2017 – ao comando da Secretaria Estadual da Educação.

 

Ele gosta de ressaltar que começou a trabalhar como empregada doméstica, mas, graças aos estudos, conseguiu ir muito mais longe. Sua obsessão – no bom sentido – é a implantação da escola de tempo integral, projeto no qual foi bem sucedida em Rondônia.

 

Ela é filiada ao PSB e já foi cogitada como candidata a vice-governadora de Rodônia, mas, na eleição deste ano, disputou uma vaga na Assembleia Legislativa local – não foi eleita, terminando com 4.300 votos, metade do necessário.