Informações, análises e comentários do jornalista
José Luiz Bittencourt sobre política, cultura e economia

26 abr

Acreditem, leitora e leitor: 3 semanas depois de completar 100 dias de governo, Caiado continua prestando contas. Nesta sexta, deu entrevista repetindo pela enésima vez tudo o que já foi dito

Na manhã desta sexta-feira, 26 de abril, o governador Ronaldo Caiado foi à Rádio Brasil Central para uma entrevista com radialistas de todo o Estado. Seria normal, não fosse o tema abordado: a prestação de contas dos 100 dias do novo governo.

 

Acontece que esses 100 dias foram completados há três semanas. Caiado escreveu um artigo em O Popular, promoveu uma solenidade no Palácio Pedro Ludovico, protagonizou uma livre no Facebook, publicou um Power Point e uma dezena de cards nas redes sociais, reuniu 28 deputados estaduais no cineminha do Palácio das Esmeraldas e deu exatamente 13 entrevistas a veículos de comunicação os mais diversos, tudo sobre o mesmo tema, ou seja, a tal prestação de contas.

 

Os 100 dias, portanto, já passam de 120 e parecem não ter fim. Assemelham-se a uma overdose de ufanismo e autoexaltação. No , pouca coisa de relevante foi apresentada, decorrência de um erro grave cometido com a decisão de postegar e posteriormente parcelar o pagamento de dezembro do funcionalismo. Isso abriu uma crise que se tornou dominante nas manchetes da imprensa e acabou se transformando no principal fato dos tais 100 dias, matando no berço a hipótese de uma agenda positiva para o governo. Essa é a verdade.